menu
Topo
Regina Navarro Lins

Regina Navarro Lins

Por que tantos homens desejam aumentar o tamanho do pênis?

Universa

10/11/2018 09h53

(iStock)

Apesar de os médicos alertarem sobre possíveis complicações, homens, de diversos países, buscam aumentar a circunferência do pênis com técnica de preenchimento. Esta consiste na injeção de um líquido no tecido sob a pele do órgão, o que aumenta a circunferência do pênis, normalmente em um ou dois centímetros, quando ele está flácido. O resultado varia de acordo com a quantidade de líquido injetada e tem duração de cerca de 18 meses.

O médico Asif Muneer, da Associação Britânica de Cirurgiões Urologistas, diz que desencorajaria alguém a fazer um, porque todos esses procedimentos são para aumentar a circunferência do pênis quando ele está flácido e não trazem benefícios quando ele está ereto. Não melhorariam a situação na prática e podem levar a complicações que afetem a vida do homem.

Veja também

A super valorização do pênis não é novidade. O fenômeno do culto fálico se espalhou por todo o mundo antigo. Não se sabe ao certo onde e quando começou. É muito provável que essa ideia tenha surgido espontaneamente, em diferentes partes. Muitos santuários espalhados pelo mundo mostram representações de falos, inclusive com deuses possuidores de falos monumentais.

Toda primavera, várias pessoas se aglomeram em Kawasaki, no Japão, para celebrar o pênis e a fertilidade, no "Festival do Falo de Aço". Elas participam de um desfile com gigantes santuários portáteis em formato fálico (mikoshis) pelas ruas. Participantes do festival chupam pirulitos em formato de pênis, compram móveis fálicos e posam com esculturas no formato de pênis.

De algumas décadas para cá, as condições sociais que protegiam o desempenho sexual do homem começaram a mudar. A mulher, que antes só tinha experiência sexual com o marido, mesmo assim de forma restrita, agora exige mais prazer. O homem, então, passou a sofrer muito com sua sexualidade. O temor de que seu pênis seja pequeno, e não corresponda à expectativa da parceira, gera insegurança. E esta será maior na medida do grau de submissão aos valores machistas da nossa sociedade.

Sobre a autora

Regina Navarro Lins é psicanalista e escritora, autora de 12 livros sobre relacionamento amoroso e sexual, entre eles o best seller “A Cama na Varanda”, “O Livro do Amor” e "Novas Formas de Amar". Atende em consultório particular há 45 anos e realiza palestras por todo o Brasil. É consultora e participante do programa “Amor & Sexo”, da TV Globo, e apresenta o quadro semanal Sexo em Pauta, no programa Em Pauta, da Globonews. Nasceu e vive no Rio de Janeiro.

Sobre o blog

A proposta deste espaço interativo é estimular a reflexão sobre formas de viver o amor e o sexo, dando uma contribuição para a mudança das mentalidades, pois acreditamos que, ao se livrarem dos preconceitos, as pessoas vivem com mais satisfação.