PUBLICIDADE

Topo

"Minha mulher me critica em tudo e tenta me desvalorizar. Pode ser inveja?"

Universa

16/12/2019 04h00

 

"Somos casados há 14anos, mas as coisas vão mal entre nós. Minha mulher está cada vez mais irritada e me critica em tudo. Sempre tenta me desvalorizar. Às vezes até imagino que ela tem inveja de mim, mais precisamente da minha vida. Logo que terminou a faculdade, ficou grávida. Tivemos três filhos e ela nunca trabalhou. Agora, diz não suportar ser apenas dona de casa e mãe. Pra complicar mais ainda, acabei de ser promovido na empresa. Vou ter que viajar para o exterior todos os meses, coisa que ela adoraria poder fazer. Parece que não ficou satisfeita com o meu sucesso."

***

A vida que os homens levavam no início do século 20 era invejada pelas mulheres. As mentalidades haviam mudado em relação ao século 19, mas eles exerciam atividades variadas, em contato com muitas pessoas, enquanto as mulheres deveriam cuidar da casa e dos filhos.

Veja também:

Nos EUA, um anúncio da General Mills mostrava uma esposa fazendo biscoitos de Natal com o seguinte título: "Apenas uma dona de casa?" Por trás daquela pergunta retórica, um longo texto tentava fazer com que a dona de casa se sentisse melhor e, assim, continuasse fazendo biscoitos:

"Sua carreira é a mais importante que uma mulher pode escolher. Seu trabalho é manter sua família bem alimentada e limpa. Sua ambição é moldar bons cidadãos, torná-los felizes, confortáveis e orgulhosos do modo como vivem. Seu dia de trabalho geralmente começa antes do amanhecer e pode durar até a hora de ir para a cama – durante os sete dias da semana. Seu salário? O pagamento que ela mais aprecia é o reconhecimento repleto de amor que sua família lhe dá."

Apesar dessas tentativas de incentivar a autoestima das donas de casa americanas, muitas sofriam de determinado grau de insatisfação crônica consigo mesmas e com a vida. Não suportavam a monotonia, o tédio e isolamento vividos no dia a dia.
Não foi nenhuma surpresa que o livro Feminine Mystique (Mística Feminina), de Betty Friedan, de 1963, com a sua passional exposição sobre a vida das donas de casa, tenha vendido mais de um milhão de exemplares.

Sobre a autora

Regina Navarro Lins é psicanalista e escritora, autora de 12 livros sobre relacionamento amoroso e sexual, entre eles o best seller “A Cama na Varanda”, “O Livro do Amor” e "Novas Formas de Amar". Atende em consultório particular há 45 anos e realiza palestras por todo o Brasil. É consultora e participante do programa “Amor & Sexo”, da TV Globo, e apresenta o quadro semanal Sexo em Pauta, no programa Em Pauta, da Globonews. Nasceu e vive no Rio de Janeiro.

Sobre o blog

A proposta deste espaço interativo é estimular a reflexão sobre formas de viver o amor e o sexo, dando uma contribuição para a mudança das mentalidades, pois acreditamos que, ao se livrarem dos preconceitos, as pessoas vivem com mais satisfação.

Blog Regina Navarro