Topo
Regina Navarro Lins

Regina Navarro Lins

Homem feministo mostra que fronteira feminino/masculino está se dissolvendo

Universa

26/10/2019 04h00

Na internet, um novo termo surgiu: é o homem "feministo". São rapazes que se mostram sensíveis, antenados com causas atuais como direitos das mulheres e aceitação do feminismo. Eles se consideram "desconstruídos", mas na prática ainda são machistas.

Ser homem hoje deixa muitos homens confusos. Uma pesquisa concluiu que quatro em cada nove homens consideram mais difícil ser um homem hoje do que era na geração de seus pais. Era mais fácil se enquadrar no modelo determinado para cada um dos sexos: masculino ou feminino: "Homem não chora!"; "Mulher é frágil, precisa de um homem para protegê-la!"

Atitudes e comportamentos femininos ou masculinos são ensinados às crianças desde muito cedo…. e são assimilados a ponto de serem confundidos como fazendo parte da natureza. A expectativa da sociedade é de que as pessoas cumpram seu papel sexual, que sofre variações de acordo com a época e o lugar.

Mas estamos no meio de um processo de profunda mudança de mentalidade. A fronteira que sempre separou o masculino do feminino está se dissolvendo; não existe mais nada que interesse ao homem e não interesse à mulher e vice-versa.

Sempre no meio de uma transição encontramos comportamentos díspares, pessoas que já se libertaram de antigos valores e outras que ainda se agarram a eles, apesar da insatisfação.

Esse pode ser o caso do "homem feministo". Seu processo de desconstrução da mentalidade patriarcal ainda não foi concluído. Mas já deu um passo importante quando, ao menos, racionalmente não se identifica mais com o homem machista.

Agora, para reformular totalmente a sua visão do homem, da mulher e dos valores aprendidos, que tanto limitam a vida, pode ser só uma questão de tempo….e de muita reflexão.

Leia também:

"Nunca tive orgasmo e tenho me sentido menos mulher por isso"

O que leva um homem a expor o pênis sem consentimento a uma mulher?

8 coisas que você precisa saber antes de encarar um ménage

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Regina Navarro Lins é psicanalista e escritora, autora de 12 livros sobre relacionamento amoroso e sexual, entre eles o best seller “A Cama na Varanda”, “O Livro do Amor” e "Novas Formas de Amar". Atende em consultório particular há 45 anos e realiza palestras por todo o Brasil. É consultora e participante do programa “Amor & Sexo”, da TV Globo, e apresenta o quadro semanal Sexo em Pauta, no programa Em Pauta, da Globonews. Nasceu e vive no Rio de Janeiro.

Sobre o blog

A proposta deste espaço interativo é estimular a reflexão sobre formas de viver o amor e o sexo, dando uma contribuição para a mudança das mentalidades, pois acreditamos que, ao se livrarem dos preconceitos, as pessoas vivem com mais satisfação.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Regina Navarro