Topo
Regina Navarro Lins

Regina Navarro Lins

"Meu ex é um tirano, que me controla o tempo todo"

Universa

10/06/2019 04h00

(Ilustração: Caio Borges)


"Tenho 32 anos e um filho de oito. Desde que me separei do marido, há cinco anos, minha vida não tem sido fácil. Ele não me perdoa por ter pedido a separação. Foi uma guerra….e continua sendo. Ele é controlador, um verdadeiro tirano. Tenho que prestar contas não só da vida do meu filho, como da minha também. Ele ameaça, por qualquer coisa, tirar o menino de mim. Isso sem falar que quando está irritado, grita e é agressivo. Talvez o motivo principal seja que, apesar de trabalhar muito, não consigo dividir igualmente as despesas com ele."

****

Muitos dizem que quando um casamento não é satisfatório, as pessoas logo se separam. Mas não é tão simples assim. Além de todas as questões emocionais que envolvem a separação, a interferência de vínculos econômicos contribui para dificultar a vida do ex casal.

Há separações em que o ódio pelo ex chegam a níveis extremos. Em alguns casos ele resulta do sentimento de ver traída a expectativa que tanto alimentaram —  que através da relação amorosa se colocariam a salvo do desamparo.

Veja também:

Além da possessividade inerente ao machismo de alguns homens, na maioria das relações estáveis as pessoas abrem mão da liberdade e da independência — incluindo aí amigos e interesses pessoais — e por isso se tornam mais frágeis em caso de ruptura.

Como no caso da internauta, quem não deseja mais permanecer junto, tem que, muitas vezes, limitar a própria vida para não provocar situações constrangedoras por conta das mágoas do ex parceiro.

O psicólogo italiano Edoardo Giusti, após quatro anos de pesquisas e estudos acerca da separação de casais, afirma que é certamente uma novidade poder evidenciar o alívio muitas vezes sentido ao término de uma união. Muitas vezes isso é sentido como nova oportunidade de desenvolvimento pessoal.

Mas para isso é necessário haver autonomia financeira. Ela é que vai permitir  a uma pessoa – casada ou separada –  se libertar de qualquer tipo de opressão.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Regina Navarro Lins é psicanalista e escritora, autora de 12 livros sobre relacionamento amoroso e sexual, entre eles o best seller “A Cama na Varanda”, “O Livro do Amor” e "Novas Formas de Amar". Atende em consultório particular há 45 anos e realiza palestras por todo o Brasil. É consultora e participante do programa “Amor & Sexo”, da TV Globo, e apresenta o quadro semanal Sexo em Pauta, no programa Em Pauta, da Globonews. Nasceu e vive no Rio de Janeiro.

Sobre o blog

A proposta deste espaço interativo é estimular a reflexão sobre formas de viver o amor e o sexo, dando uma contribuição para a mudança das mentalidades, pois acreditamos que, ao se livrarem dos preconceitos, as pessoas vivem com mais satisfação.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Regina Navarro