Topo
Regina Navarro Lins

Regina Navarro Lins

Nova mentalidade faz com que corpo humano e sua nudez sejam mais aceitos

Universa

20/06/2019 08h18

Retrato do fotógrafo Jorge Bispo (Divulgação)

Apesar da amamentação em público ainda ser criticada por muita gente, o que é constrangedor para as mães, nos Estados Unidos, a rede de lojas de varejo Target incentiva as mães amamentarem e até oferecem um espaço para as mulheres e seus filhos durante as compras. Isso indica que as mentalidades estão mudando e, aos poucos, a aceitação do corpo humano nu vai ganhando espaço.

Há dois anos conversei com Jorge Bispo, fotógrafo carioca, que criou o programa de TV 302 , em que já fotografou mais de cem mulheres nuas. A seguir, trechos da nossa conversa.

Como surgiu a ideia de fotografar mulheres nuas? O que você buscava?

Na verdade sempre cliquei nus. Acho que é algo inerente à fotografia e à arte em geral. Com o 302 o que fiz foi organizar algo que eventualmente fazia com amigos: fazer nus na minha casa. Tinha um bom canto com uma bonita luz de janela e junto da minha assistente resolvi organizar e abrir pra mulheres em geral.

O que te levou a criar o programa 302, no Canal Brasil?

Eu tinha feito o livro "Apartamento 302" e ele tinha tido uma boa repercussão. Durante as fotos eu não falava muito com as mulheres, mas em seguida recebi alguns emails e mensagens de mulheres que tinham posado, agradecendo e contando um pouco da vida delas e do porquê de terem ido ao apartamento posar para o projeto. E fiquei muito tocado com alguns depoimentos. Eu pensei: essas mulheres precisam falar e querem contar suas histórias.

Fale um pouco sobre o programa…

Recebo mulheres no apartamento para posarem nuas. E elas nos contam o por que de terem ido e depois como foi a experiência. E tem sido incrível receber e ouvir essas mulheres incríveis. Seus medos, conquistas, inseguranças e principalmente força.

As mulheres que você fotografa nunca foram fotografadas nuas?

No 302 talvez 85 % nunca tenham posado nuas.

Como as mulheres, que nunca haviam sido fotografadas nuas, sentem no seu estúdio?

É um misto de sensações. É muito diversificado. Muitas chegam tímidas, nervosas. Outras mais fortes querendo "resolver" logo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Regina Navarro Lins é psicanalista e escritora, autora de 12 livros sobre relacionamento amoroso e sexual, entre eles o best seller “A Cama na Varanda”, “O Livro do Amor” e "Novas Formas de Amar". Atende em consultório particular há 45 anos e realiza palestras por todo o Brasil. É consultora e participante do programa “Amor & Sexo”, da TV Globo, e apresenta o quadro semanal Sexo em Pauta, no programa Em Pauta, da Globonews. Nasceu e vive no Rio de Janeiro.

Sobre o blog

A proposta deste espaço interativo é estimular a reflexão sobre formas de viver o amor e o sexo, dando uma contribuição para a mudança das mentalidades, pois acreditamos que, ao se livrarem dos preconceitos, as pessoas vivem com mais satisfação.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Regina Navarro