Topo
Regina Navarro Lins

Regina Navarro Lins

"Meu marido se apaixonou por outra mulher e foi viver com ela"

Universa

11/02/2019 04h02

(Caio Borges)

"Tenho 36 anos e acabei de me separar. Nossa relação não ia bem, já estávamos bem afastados….mas eu nunca imaginei que o pior pudesse acontecer: meu marido se apaixonou por outra mulher e foi viver com ela. Não tenho filhos, mas tenho um trabalho que sempre gostei e muitos amigos. Só que agora não tenho vontade de fazer nada e nem de ver ninguém. Acordo no meio da noite chorando….e com essa tristeza profunda passo o resto do dia."

***

O desespero que se observa em algumas pessoas durante e após a separação se deve também ao fato de cada experiência de perda reeditar vivências de perdas anteriores. Assim, não se chora somente a separação daquele momento, mas também todas as situações de desamparo vividas algum dia e que ficaram inconscientes. Em alguns casos, o objeto do amor na verdade nada significa, mas sua falta pode ser sentida de forma dramática.

Nem todos desejam morrer quando o vínculo conjugal se rompe. Quando um dos parceiros comunica ao outro que quer se separar, aquele que de alguma forma não deseja isso pode sofrer num primeiro momento e pouco depois sentir que lucrou bastante com o fim do casamento. A aquisição de uma nova identidade — agora não mais vinculada ao ex-marido — pode proporcionar uma sensação de renascimento.

Embora a separação seja uma experiência difícil para a maioria dos casais, algumas pessoas sofrem muito, outras menos e há até quem sinta um certo alívio. Se existir a crença de que o casamento é uma união para a vida toda e de que só é possível ser feliz formando um par amoroso, o fim do casamento pode ser vivido como uma tragédia.

Se, ao contrário, o vínculo conjugal for considerado temporário — enquanto for satisfatório para ambos —, e não se buscar através dele a satisfação das necessidades infantis, a separação pode não ser simples, mas é sentida como natural e portanto as dificuldades devem ser superadas o mais rápido possível.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Regina Navarro Lins é psicanalista e escritora, autora de 12 livros sobre relacionamento amoroso e sexual, entre eles o best seller “A Cama na Varanda”, “O Livro do Amor” e "Novas Formas de Amar". Atende em consultório particular há 45 anos e realiza palestras por todo o Brasil. É consultora e participante do programa “Amor & Sexo”, da TV Globo, e apresenta o quadro semanal Sexo em Pauta, no programa Em Pauta, da Globonews. Nasceu e vive no Rio de Janeiro.

Sobre o blog

A proposta deste espaço interativo é estimular a reflexão sobre formas de viver o amor e o sexo, dando uma contribuição para a mudança das mentalidades, pois acreditamos que, ao se livrarem dos preconceitos, as pessoas vivem com mais satisfação.

Mais Blog Regina Navarro