menu
Topo
Regina Navarro Lins

Regina Navarro Lins

Ronaldinho Gaúcho tinha duas parceiras. E se fosse uma mulher?

Universa

24/11/2018 11h21

Ronaldinho Gaúcho tinha duas parceiras (Reprodução/Instagram)

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho terminou a relação com as suas duas mulheres. Os três viviam juntos há um ano. Nos últimos meses, Priscila e Beatriz viajaram para vários países com Ronaldinho. Fãs os fotografaram em restaurantes e em festas.

Essa situação não é novidade em outras partes do mundo. Num estudo de 853 culturas, apenas 16% são monogâmicas. Isto significa que 84% das sociedades humanas permitem ao homem ter mais de uma esposa de cada vez — sistema denominado poligamia.

Veja também

O Livro Guiness dos recordes aponta Moulay Ismael, imperador do Marrocos, como o homem que teve o maior harém de que se tem registro. Ele tem 888 filhos com suas várias esposas.

Muitos se espantam que isso ocorra no Ocidente. São muitas as maneiras possíveis de se viver o amor, mas a multiplicidade de opções da vida amorosa pode levar a escolhas difíceis de harmonizar com o social. Por ser ainda a mais tradicional e aceita, a maioria prefere uma ligação estável com outra pessoa.

Isso me faz lembrar um comentário do psicoterapeuta e escritor José Ângelo Gaiarsa (1920-2010): "Somos por tradição sagrada tão miseráveis de sentimentos amorosos que havendo um já nos sentimos mais do que milionários e renunciamos com demasiada facilidade a qualquer outro prêmio lotérico do amor."

Há algum tempo perguntei a diversas pessoas se é possível ter dois amores simultâneos. Selecionei duas respostas:

Geraldinho Carneiro, poeta e escritor: "Eu nunca consegui amar duas pessoas ao mesmo tempo. Já tentei várias vezes, mas dancei, foi terrível…Consegui manter deliciosamente relações dúplices durante 15, 20 dias, mas depois virou um inferno, uma coisa pavorosa. E sempre com um final desastroso…as duas relações se romperam. Até por incompetência minha acabo sendo monogâmico. Mas acho que tudo isso está sob o domínio dessa massa de informação cultural que preconiza que uma única relação seja absoluta."

Moacyr Scliar, escritor: "É possível amar muito mais de duas pessoas. Não estou falando em diferentes tipos de amor (amor aos filhos, amor aos pais), estou falando no relacionamento habitual. Aquilo que buscamos, que nos atrai, pode estar em muitas pessoas.  E cada uma delas será objeto do nosso amor."

Vamos aguardar então outras opiniões quando a notícia for de uma mulher casada com dois homens. Como você imagina que serão as respostas?

Sobre a autora

Regina Navarro Lins é psicanalista e escritora, autora de 12 livros sobre relacionamento amoroso e sexual, entre eles o best seller “A Cama na Varanda”, “O Livro do Amor” e "Novas Formas de Amar". Atende em consultório particular há 45 anos e realiza palestras por todo o Brasil. É consultora e participante do programa “Amor & Sexo”, da TV Globo, e apresenta o quadro semanal Sexo em Pauta, no programa Em Pauta, da Globonews. Nasceu e vive no Rio de Janeiro.

Sobre o blog

A proposta deste espaço interativo é estimular a reflexão sobre formas de viver o amor e o sexo, dando uma contribuição para a mudança das mentalidades, pois acreditamos que, ao se livrarem dos preconceitos, as pessoas vivem com mais satisfação.