menu
Topo
Regina Navarro Lins

Regina Navarro Lins

"Não tenho orgasmo com meu namorado. Fiquei com medo e comecei a fingir"

Regina Navarro Lins

06/08/2018 04h00

Ilustração: Caio Borges

"Tenho 28 anos, namoro há três e vamos nos casar no final do ano. O problema é que estou decepcionada com a nossa vida sexual. O sexo com meu namorado é muito rápido; ele quase não me faz carícias antes. Já tentei conversar e pedir a ele que faça diferente, mas ele se zangou alegando que é o homem da relação e portanto detesta ser conduzido. No início eu não fingia ter orgasmo, mas ele ficava irritado e me contava sobre outras mulheres que teve e que se sentiam plenamente satisfeitas. Acabei me convencendo de que o problema é meu. Fiquei com medo dele se desinteressar de fazer sexo comigo. Comecei a fingir. Ele não percebe e já me conformei com isso."

 

***

Durante milênios a mulher aprendeu a ser submissa ao homem e a se esforçar para corresponder às expectativas dele. A falta de desejo sexual era um aspecto importante da feminilidade e condição para que ela fosse aceita e admirada.

Entretanto, após a pílula, nossa história começou a mudar e  passamos, nas últimas décadas, por uma transformação radical no que diz respeito à sexualidade feminina. Quando o sexo foi dissociado da procriação, pôde se ligar exclusivamente ao prazer e a mulher, então, reivindicou e ganhou o direito a esse prazer.

O homem, por sua vez, confuso com mudanças tão repentinas, encontrou no orgasmo da parceira um alento para o medo que o atormentava: o de não satisfazer a mulher e por isso ser trocado por outro. Situação que, sem dúvida, afetaria sua certeza de ser macho. Agora, ao contrário de outras épocas, o orgasmo feminino passou a ser importante para seu equilíbrio emocional.

Muitas mulheres percebendo isso, e exatamente da mesma forma que suas mães e avós fizeram, se submetem ao homem. Embora se sintam cada vez mais livres no sexo e na vida, elas fingem o orgasmo porque ainda não se desligaram totalmente da ideia de que, para manter um homem ao seu lado, devem agradá-lo em tudo e nunca frustrá-lo.

Sobre a autora

Regina Navarro Lins é psicanalista e escritora, autora de 12 livros sobre relacionamento amoroso e sexual, entre eles o best seller “A Cama na Varanda”, “O Livro do Amor” e "Novas Formas de Amar". Atende em consultório particular há 45 anos e realiza palestras por todo o Brasil. É consultora e participante do programa “Amor & Sexo”, da TV Globo, e apresenta o quadro semanal Sexo em Pauta, no programa Em Pauta, da Globonews. Nasceu e vive no Rio de Janeiro.

Sobre o blog

A proposta deste espaço interativo é estimular a reflexão sobre formas de viver o amor e o sexo, dando uma contribuição para a mudança das mentalidades, pois acreditamos que, ao se livrarem dos preconceitos, as pessoas vivem com mais satisfação.